O surgimento de aparelhos inteligentes e sua segurança.

Por: Max Gorissen

O que chamamos de aparelhos Inteligentes (smart appliances), hoje é uma realidade, apesar, de ainda estar na sua “infância”, no que convencionamos apelidar de Internet das Coisas (IoT – Internet of Things).

Podemos considerar um IoT, qualquer coisa que esteja conectada à internet, contudo, é cada vez mais usado para definir objetos que falam uns com os outros. No conceito, esses objetos podem ser qualquer coisa; vão de um eletrodoméstico, como uma geladeira, até um lixo na rua que informa quando está cheio e precisa ser esvaziado.

Um exemplo simples do dia-a-dia para ilustrar é o iWatch, relógio da Apple, conectado ao seu iPhone, o celular da Apple. O “conectado”, diferente de “ligado”, significa que estão se comunicando e trocando algum tipo de informação, neste caso, através de uma conexão sem fio do tipo Bluetooth, trocam informações do que está acontecendo no seu celular como, chamadas, agenda, contatos, mensagens, posts nas mídias sociais, etc.

O IoT representa hoje uma indústria com aproximadamente 120 milhões de aparelhos inteligentes atualmente disponíveis para consumo, apesar, de não estarem necessariamente conectados. É uma indústria em pleno crescimento com muito potencial e um futuro enorme.

No entanto, para que a indústria atinja seu potencial, investimentos na atualização dos sistemas de segurança, sistemas de rede e sistemas de gerenciamento precisarão ser realizados.

Estes investimentos são de suma importância considerando o alto nível de danos que um “hacker” poderia provocar em um indivíduo ou em uma comunidade que tem seu IoT conectado.

Imagine, se hoje, com um simples computador conectado à Internet já temos notícias diárias de hackers entrando nas redes de computadores e causando “caos”… O que você acha que pode acontecer em uma indústria nova como a IoT, em plena evolução, ainda identificando as necessidades dos consumidores, tentando conectar equipamentos dos mais variado, de diferentes fabricantes, com um aumento da comunicação entre máquinas em todas as suas esferas?

Então, se quisermos ter objetos, máquinas, equipamentos e até carros “inteligentes” falando uns com os outros, precisamos revisar nossos sistemas de segurança, de rede e de gerenciamento… e nem falei das pessoas por trás desta evolução… pessoas são tão importantes para o IoT que o assunto fica para um próximo artigo.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s